Sua Ideia de Negócio Online Vai Funcionar?

Nesse vídeo eu vou te mostrar como você pode validar se a sua ideia vai ou não ser bem sucedida.

Esse é um passo importantíssimo e subestimado por muitos Empreendedores Digitais. A validação é muito importante pelo simples fato de que você não quer perder um monte de tempo, energia e dinheiro em cima de algo que não vai dar certo! Então veja o vídeo abaixo:

Fundamentos

Antes de mais nada, entenda o seguinte: A sua opinião não conta. Não conta porque ela é tendenciosa.

Isso é algo muito comum, o empreendedor tende a se apaixonar pela sua ideia. Isso é bom por um lado, porque te dá aquela motivação diária e a força para vencer os obstáculos e avançar. Só que isso pode ser perigoso porque pode “cegá-lo” dos pontos fracos.

Então se a sua opinião não importa, de quem importa? A resposta é: do seu público-alvo.

Esse processo de validação é composto de 4 partes e tem como base o livro Will it fly – How to test your next business idea so you don´t waste your time and money, do Pat Flynn.

  • Entre na frente de uma audiência
  • Especifique
  • Interaja e compartilhe a sua solução
  • Peça pela transação

1. Entre na frente de uma audiência

Se você já possui uma audiência, como uma lista de e-mails, ou outras formas que as pessoas te seguem.. Ótimo!

Mas se você não tem nenhuma audiência, ok também. Tem algumas formas de você alcançar essas pessoas, o importante é você não congelar só por causa disso.

Algumas formas são: Campanhas pagas (como Fb ads, Google Adwords, Bing e Twitter Ad); Guest blog; Fóruns e grupos; Estratégia do aluno exemplar (onde você é entrevistado por algum expert por ter tido resultados seguindo os conselhos dele).

Enfim, use a sua criatividade para atingir essas pessoas; Você também pode alcançá-las pessoalmente, entre outras formas.

2. Especifique

Nesse passo você vai fazer é fazer as pessoas “levantarem a mão”.

Daquela audiência, apenas algumas pessoas vão se interessar e “levantar a mão” para aquela solução específica que você tem (que é o seu produto/serviço).

Qualquer “sim” pode ser uma forma de levantar a mão. Como, por exemplo, uma resposta; clicar em um link; fazer download de algo; se inscrever em sua lista de e-mails; te mandar um e-mail; ligar para você ou te passar o número dela; etc!

3. Interaja e compartilhe a sua solução

Como o próprio nome diz, agora você vai interagir diretamente com essas pessoas.

Tem diversas formas que você fazer isso: pessoalmente, Skype, Ligação telefônica, Mensagens em redes sociais, Whatsapp, E-mails. Você também pode fazer isso em grupos, como Hangouts, Chat de grupos, E-mails em massa, etc.

Mas tenha em mente que quanto mais direto e pessoal melhor. Um a um é sempre a melhor das opções.

Ok, agora o que você faz a seguir:

Primeiro, você pergunta sobre a pessoa para ver se ela está no lugar certo, se ela realmente precisa daquela sua solução e, também, para aprender um pouco sobre ela.

Em seguida, se apresente rapidamente e seja honesto e transparente sobre porque você está tendo aquela conversa. Após esse passo, você mostra como você pode ajudar aquela pessoa… e é aqui que você vai vender a sua ideia (se possível mostre um protótipo da sua ideia)!

4. Peça pela transação

Por último, nesse passo você pede pela transação. Pode ser um pouco desconfortável pedir pela transação sendo que o seu produto ainda não está pronto, mas se você foi totalmente honesto com a pessoa, ela estará alinhada com o seu objetivo.

Você pode falar que é uma oferta de pré-lançamento e oferecer certos benefícios para essas pessoas, como: Preços mais baratos, acompanhamento personalizado seu com aquela pessoa; alguns bônus, algum serviço.

Outro benefício é você mostrar que aquela pessoa vai fazer parte do processo de maturação do seu produto. Isso faz com que ela se sinta parte e contribua.

Ok, mas agora, quantas pessoas tem que dizer “sim” para ser um sinal verde para a sua ideia?

A verdade é que a maioria das pessoas irão falar não, mesmo se a sua solução for perfeita para elas.

De acordo com alguns números e de acordo com a experiência do autor, ele sugere 10% de “sim” entre os prospectos. Ou seja, a cada 10 pessoas que você conversa, 1 deveria finalizar a transação.

Agora, tenha em mente que isso não é uma lei e depende muito. Depende do seu mercado, depende de como você fez todo esse processo, depende do seu preço, sua abordagem, etc.

Então você pode, sim, ter uma taxa menor e mesmo assim ser uma ideia bastante promissora.

O mais importante é que durante esse processo você vai começar a perceber se a sua ideia é realmente viável ou não.

Outra coisa é que você vai começar a amadurecer a sua ideia e ela pode mudar um pouco.
O que é muito bom… é importante que você vá ajustando o seu produto para que ele atenda melhor as necessidades do seu público.

 

Deixe o seu comentário abaixo… a sua opinião é muito importante para a gente! 🙂
E lembre-se de se inscrever na minha newsletter para receber as novidades em primeira mão e dicas exclusivas!

Forte abraço!
Fábio